Pente Fino no Auxílio Doença recomeça pelo INSS

Segurados do INSS que recebem benefício do Auxílio Doença e aposentadoria por invalidez há mais de 2 anos, serão chamados para uma nova perícia do INSS. O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário do novo Governo, afirmou que o cronograma com as novas convocações do pente fino, deve sair até a próxima semana.

Em um primeiro momento, mais de 5 mil segurados terão que passar pelo procedimento do pente fino. Ao todo serão chamados 530 mil beneficiários do auxílio-doença que estão há mais de dois anos sem perícia.

Aqueles segurados que se encaixam no perfil de revisão de benefício do Governo, que ainda não foram chamados para perícia de auxílio doença e aposentadoria por invalidez deverão receber a carta em breve. Após receber a carta, o segurado deverá agendar sua revisão de benefício pelo número 135.

pente-fino-auxilio-doenca

Quem será chamado para perícias do auxílio doença

  • Segurados do INSS que recebem benefício de incapacidade há mais de 2 anos
  • A revisão será feita somente nos benefícios de auxílio doença e aposentadoria por invalidez

Deverão ser apresentados exames médicos, laudos, receitas, prontuários, relatórios médicos que comprovem a incapacidade do segurado de voltar ao trabalho, e assim, continuar recebendo o benefício que lhe foi concedido.

Quanto mais detalhes sobre a doença ou incapacidade de exercer atividade remunerada, melhor. É preciso que o comprovado comprove que precisa continuar recebendo os benefícios do INSS. Até o mês de outubro de 2016, mais de 16 mil segurados tiveram o auxílio doença cancelado após a perícia médica do pente fino.

Como acontece as novas perícias médicas do INSS

Segurados que se enquadram no perfil do pente fino, irão receber cartas de convocação enviadas pelo INSS. O segurado deve realizar seu agendamento e reunir o maior número de documentos e provas que comprovem sua doença ou incapacidade. Os peritos da Previdência irão analisar toda a documentação para verificar se o beneficiário poderá continuar ou não recebendo os valores.

Com a volta da Medida Provisória 767, voltou a valer o prazo de 120 dias para auxílios concedidos pela Justiça. O tempo de carência para requerer qualquer outro benefício também mudou, será necessário 12 contribuições mínimas para ter direito a qualidade de segurado novamente.

Deixe seu comentário